Gostou de algum texto? Quer copiar o texto inteiro ou parte dele? Clique e saiba como fazer!

Licença Creative Commons
A obra Vagabond of the Western World de Luciana Alves Bonfim foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em dontfearthereaper1981.blogspot.com.

Desejados!!!

domingo, 22 de março de 2009

O mais gaúcho dos dias...

Aê domingão ensolarado...

Você passa a tarde de sábado conversando com grandes amigos e tomando tererê... passa a noite do sábado jantando na casa de uma grande amiga, com grandes amigos e com a Júlia, aquela coisa linda que me disse "Tchau, tia Lu..." ás 12:30, depois de acordar de um sono de duas horas ininterruptas... e ainda tem paciência pra me deixar encher de beijo e pra me dar beijo também. Aí, vara a madrugada na internet fazendo nada com coisa nenhuma e sua mãe chega ás dez da manhã pedindo pra você acordar porque "O Fer tá fazendo o fogo e eu tô arrumando a cuia pra gente sentar lá fora e conversar enquanto o Fer assa o churrasco..."

Você achava que dormiria até o meio-dia. Mas tem como dizer não pra sua mãe? Não, não tem. Aí você acorda, dá um tapa na maquiagem e vai lá matear e prosear com a sua mãe e o seu irmão. Aquele calor do inferno. Aquela fumaça da churrasqueira. Dez a zero pro fogo, porque o seu irmão nunca consegue fazer um fogo pra churrasco decente. A sua mãe gaúcha sempre tem que intervir na "fazeção" de fogo. Aquela música sertaneja. Eis que Vitor e Leo aparecem cantando que "mariposas sempre voltam.. vueltam? vueltan?" (ajuda, Van). Prefiro as borboletas. Mariposas pegou meio mal nessa versão em espanhol.

Aê domingão ensolarado... acordar meio cedo, meio tarde... matear com a mãe enquanto o irmão assa o churrasco. Lembrar do pai e rachar de rir por fora, cair aos pedaços por dentro de tanta saudade... Aquela maionese e salada de tomate cheia de cebola (éééé, cebola) pra acompanhar o churras...

Eu amo muito tudo isso [tomara que o McDonald's não me processe].

A gente passa a semana inteira ralando, trabalhando, se irritando, se estressando, uma ou outra vitória aqui e acolá, conduzindo reunião de pais, ralhando com uma turma de 38 aborrecentes... tudo pra chegar no final de semana, tudo pra chegar o almoço de domingo. E tudo que aconteceu durante a semana passada é passado. Na sexta-feira você não ousava nem pensar na outra semana que chegava. Mas depois do almoço de domingo assim com a família, você olha pra segunda-feira e manda ela vir, que você tá fervendo. Manda vir quicando.

Fora isso, estou "extremamente decepcionada" por ainda não ter conseguido fazer a inscrição pro concurso do Ministério da Fazenda. Aquele site anda inacessível há dois dias, e eu preciso me inscrever nesse concurso. Preciso estudar e preciso passar. Preciso de coisas novas, porque eu gosto de rotina, mas essa mesma rotina há dez anos tá me matando.

"Ele vai dar uma paulada na barata dela..." - é o que tá tocando no rádio agora.

Aê, domingão ensolarado...

3 comentários:

...::: A Luciana :::... disse...

Inscrevi!

**tais** disse...

depressão de domingo a noite....é o que a gnt falou...domingo não é domingo sem a porcaria do faustão e do gugu.
=****

Van disse...

Orgulho de você Lu por ir ao show (L).