Gostou de algum texto? Quer copiar o texto inteiro ou parte dele? Clique e saiba como fazer!

Licença Creative Commons
A obra Vagabond of the Western World de Luciana Alves Bonfim foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em dontfearthereaper1981.blogspot.com.

Desejados!!!

quinta-feira, 23 de abril de 2009

A etiqueta dos blogs.

Essa é rapidinha. Sácomé... hora do almoço, só tem como dar uma rapidinha mesmo XD.

Cara... só de pensar em postar sobre um assunto desses, me dá ânsia. Tem coisas que eu acho injustas, e tem coisas que eu acho injustas eu achar injustas. Ó, o que eu faço com essa minha consciência? O que eu posso fazer se o meu caráter me obriga a olhar os dois lados da moeda, as duas versões da história... e ponderar? Seria tão mais fácil ter dois pesos e duas medidas...

Mas enfim... a etiqueta nos blogs, né? Pra tudo existe etiqueta. Nossa vida social é feita de regras de etiqueta que, se descumpridas, geram descontentamento pra tal "sociedade". Ah, não me vem dar uma de niilista não e dizer que não liga pra porra nenhuma que a sociedade considera correto. Não liga? Pega a mochilinha e vai viver com Matusalém na caverna, né pseudo-eremitas? E, ainda assim, você terá que conviver com a sociedade dos morcegos, animais notívagos que não vão te deixar dormir de noite, e nem você vai deixá-los dormir de dia - e eu que achava difícil conviver com humanos...

O negócio mesmo é que, se você quiser fugir da sociedade e das imposições ás quais ela te obriga, então sugiro que vá viver no vácuo, certo? É... lá não tem nada pra te encher o saco, olha como o vácuo é legal! Lá no vácuo não tem barulho, não tem sociedade... aliás, no vácuo não tem nem... você! Oh ho ho ho!

Tá... era pra ser uma rapidinha.

Digo ou não digo o que eu acho sobre a etiqueta nos blogs? Acho melhor ter etiqueta e não dizer, né. Esse é um exemplo de etiqueta, olha só! É uma vida virtual, mas não deixa de ser uma vida. Eu sei lá, mas pra mim tudo se resumiria na simples atitude de se comportar com os outros da maneira que você gostaria que se comportassem com você.

Não vejo nenhuma hipocrisia nisso, sabe? Hipocrisia é se comportar de maneira afetada, mentirosa ou cínica (para o bem ou para o mal). Ué... se eu quero que as pessoas sejam verdadeiras comigo, eu tenho que ser com elas também. Se eu quero que as pessoas sejam gentis comigo, eu tenho que ser também. Se eu quero que as pessoas me dêem atenção, eu também tenho que dar atenção. Não tem como eu cobrar uma atitude das pessoas se eu sou o primeiro ou a primeira a não agir de acordo com o que espero dos outros.

Aja com indiferença, e terá indiferença.
Aja com grosseria, e terá grosseria.
Não dê importância, e importância não será dada a você.

E isso vale pra orkut, flogs e MSNs da vida.

Ás vezes você está tão preocupado ou preocupada com a sua vida e o seu próprio umbigo, que não lembra que os outros também tem umbigo. Eu devia cuidar mais dos meus amigos, dar mais atenção, me interessar mais pelo que eles também sentem - não que eu não faça isso ou não tenha vontade de fazer. É que eu simplesmente me esqueço. Esqueço de perguntar, esqueço de abraçar, esqueço de mostrar que eu me importo.

Mas, como ninguém é igual a ninguém, e ninguém pensa igual a ninguém, o jeito é relaxar e ficar estressado numa boa (by Douglas Adams em O guia do mochileiro das Galáxias - vocês TEM que ler!).

Eu sei lá... acho que escrevo melhor quando meu coraçãozinho se enche de ódio, rancor e indignação. Já disse que escrever é uma terapia, né. Esvazia o cérebro dessas coisas nojentas e eu não preciso me preocupar com elas, ou remoê-las durante o resto do dia.

E olha que era pra ser rapidinha... vai entender...

3 comentários:

Shogun disse...

"Eu sei lá... acho que escrevo melhor quando meu coraçãozinho se enche de ódio, rancor e indignação."

Maravilhoso! To indo ali pra galera e já volto.

Morgane Le Fay disse...

Quando a Luh escrever q eh rapidinha esquece, abstrai!!!kkkkk
Adoro passar poraki e ler -te!!
=***

Daniel disse...

Queria saber o que foi que aconteceu de tão "anti-etiquético" que aconteceu pra você ficar tão irada, Lu, kkkkkkkkkkkk.

=**