Gostou de algum texto? Quer copiar o texto inteiro ou parte dele? Clique e saiba como fazer!

Licença Creative Commons
A obra Vagabond of the Western World de Luciana Alves Bonfim foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em dontfearthereaper1981.blogspot.com.

Desejados!!!

domingo, 21 de junho de 2009

Bate na boquinha, Luciana: futebol, vôlei e SPFC.

Gente... sabe quando você abre a boca pra falar em alto e bom tom/som que não gosta de determinada pessoa porque acha que ela não vale nada, ou não merece o respeito que tem, ou a posição que assumiu?

Pois é. Cá estou eu para me redimir de duas injustiças: abri a boca pra falar mal de dois atletas brasileiros que eu achei que não mereciam estar onde estão, mas merecem sim.

1) Júlio César, o goleiro da seleção brasileira de futebol.

Não sei se você que lê este post agora gosta ou não de futebol. Eu gostio muitio. Passo vergonha de tanto que torço e grito e xingo. Se fosse por mim, todas oportunidades de gol nunca teriam sido perdidas, e todos os gols contra o Brasil teriam sido defendidos.

Eu nunca fui com a fuça do Júlio César. Nem sei explicar porque. Acho que ele sempre me passou a impressão de arrogante, vai ver é coisa daquele queixo dele. Sei lá, né... nós e nossos pré-conceitos ¬¬. Shame on me!

Mas não posso negar que nestes últimos tempos ele "tá pegando tuuuuudo"! Tirando o fato daquela situação constrangedora contra o Egito, ele tá pegando muito mesmo. E daí se ele parece arrogante ou casou com a Susana Werner, né? O importante é que ele vem honrando a camisa e o gol brasileiro - na minha humilde opinião de mulher desnecessário dizer que isso foi irônico, né?

2) Bruno (ou Bruninho), levantador da seleção brasileira de vôlei.

Também tenho que bater na boca por causa dele. Assim como a maioria das pessoas, eu fui uma das que comentou sobre o fato de ele ser filho do Bernardinho, outra pessoa pela qual eu não consigo ter simpatia.

Mããããs... o tempo passa, o tempo voa... e tanto Bernardinho quanto Bruno provam que estão onde estão porque tem competência, e não por apadrinhamento - o que seria vergonhoso em qualquer campo, seja político, profissional, etc...

Justiça feita, né?

Quem me conhece há tempos também sabe a minha birra com o Adriano, que todo mundo chama de Imperador, mas que eu chamo de Cavalo. Quando eu começo a simpatizar com a figura, ele vai parar onde? Onde? Flamengo, pô. Que saco, pô! Parece criancinha de cinco anos, pô!

"Ah, não quero mais brincar de futebol internacional."
"Ah, se não for no Flamengo... eu não jogo!"

O povo esquece demais. Esse Adriano só dá trabalho, mêo. O cara não se decide, não sabe se fica ou se vai. Não sabe se treina ou se sijoga na night. Cruzcredo. Ainda bem que essa coisa não ficou no SPFC mesmo.

Aliás, falando em SPFC, queria muito parabenizar o nosso presidente pela decisão mais idiota sábia que ele já tomou na vida fubá dele. Mandar o Muricy embora foi a pior coisa ever melhor coisa que você já fez como presidente do clube. Prefiro não comentar os títulos que não vamos ganhar sem o Muricy.

Muito obrigada, Muricy. Pra mim você vai fazer falta.

4 comentários:

Bonitas e bacanas disse...

Ih, não posso comentar esse post. Não sei nada de futebol. E nem quero saber haaha Não gosto.

Lu, olha meu blog novo (ainda não tem postagem). Que acha do visual?
http://meublogsobretudoqueeuquiser.blogspot.com/

Bjs

Bonitas e bacanas disse...

Lu, acho que foi por isso que eu gostei daquele layout, dá vontade de comer.

Eeee, minha 1a seguidora. Prometo em breve começar o blog!!
Obrigada

Bjsss

Bonitas e bacanas disse...

Jã postei. Mas só "coisa chata!" hahahaha. Bem, eu tenho que gostar de economia, né? é meu trabalho.
Bjsss

Van disse...

Morro de inveja da competência do Muricy.