Gostou de algum texto? Quer copiar o texto inteiro ou parte dele? Clique e saiba como fazer!

Licença Creative Commons
A obra Vagabond of the Western World de Luciana Alves Bonfim foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em dontfearthereaper1981.blogspot.com.

Desejados!!!

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Porque eu acho que o homem realmente pisou na lua...

Oi, benhês...

Como esse é um assunto que tem rendido em várias rodas de conversa (trabalho e escola, principalmente) e até rendeu uns comentários aqui no blog, então eu resolvi postar sobre os motivos que eu tenho pra estar convencida de que o homem realmente pisou na lua...

Não vão achar que eu nunca mais vou falar com vocês só porque pensamos diferentes, certo? Somos adultos e evoluídos (kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk) e acho que as pessoas que comentam aqui são inteligentes o bastante pra saberem que uma discussão é sempre bem vinda, trocar idéias é essencial.

Bom... eu provavelmente não vou convencer ninguém com os meus motivos, mas vamos lá. Fiquem á vontade para questioná-los ou criticá-los:

Eu acredito que o homem realmente pisou na lua em 20 de julho de 1969 (ou qualquer outra data, que se lasque), porque eu frequentei a escola durante trocentos anos, não fui uma aluna ruim (sem falsa modéstia, please)... A Biologia, a Física, a Química, a Matemática, a Geografia... todas elas me muniram de informações formais as quais, quando confrontadas, permitem que eu tenha uma idéia do que é possível ou não acontecer no mundo físico/material. É simples assim pra mim.

E olha que eu estou sendo boazinha e considerando a possibilidade de um mundo espiritual, mesmo tendo informações formais que me permitam optar por ser cética a esse respeito.

Não é que eu não me questione sobre nada nessa vida só porque a Escola me disse que "deus quis assim e pronto". Tudo é questionável: leis da Física, Química e Matemática. Acontece que eu não aceito questionamento só por questionar.Por exemplo, é fácil demais questionar se 1+1 é realmente 2. Complicado é provar porque você acha que não é 2. É fácil questionar as leis da Física. Complicado é você ir lá pensar em uma teoria que possa vir a substituir o que você questiona.

Aí, algumas pessoas vão se lembrar de dizer que elas questionam a ida do homem à Lua por causa de vários fatos que não batem entre si: a tal da bandeira "tremulando", a tal da pegada, a tal da foto, a tal da temperatura, a tal da sombra... Todos esses questionamentos respondidos por cientistas. Copiei uma parte de um artigo escrito pela Gabriela Sirtoli no site da band. É bom lembrar que não é a Gabriela que respondeu as teorias, né. Ela fez o trabalho jornalístico e de pesquisa e as respostas apontadas no artigo dela são:

Fonte: http://www.band.com.br/jornalismo/mundo
Texto de Gabriela Sirtoli de 20 de julho de 2009 (com comentários meus, ihihihi)

Bandeira: como ela tremula se não há vento na Lua?
Explicação: nas imagens gravadas pelos astronautas Mike Collins, Buzz Aldrin e Neil Armstrong, a bandeira, amassada, só move quando a haste é manuseada pelos astronautas para ser fixada ao solo lunar. Como não tem vento da Lua, o que a mantém aberta é uma haste horizontal. (Isso é tão óbvio pra mim, mas eu ainda me sinto na obrigação de comentar que você pode fazer essa mesma experiência em casa: pegue uma bandeira e segure num lugar que NÃO tem vento. Ela vai balançar até sossegar na dela, sem o vento... meio óbvio, né?)

Sombras: como podem apontar para lados diferentes se a única fonte de luz é o Sol?
Explicação: naquele momento existiam várias fontes de luz na Lua, além da luz do Sol, como o fash dos equipamentos dos astronautas, por exemplo. Além disso, o solo acidentado tem influência sobre as sombras. (Hello, Física! Aula sobre Reflexos?!)

Pegada: como na Lua não há umidade do ar, nunca poderiam ter sido formadas.
Explicação: uma coisa não tem nada a ver com a outra. A formação da pegada aconteceu porque o solo lunar é formado por grãos de areia muito finos. Como lá não tem vento, as pegadas dos astronautas ficarão registradas no solo lunar para sempre - caso não haja nenhuma outra interferência. (essa é uma das mais absurdas e mais óbvias... acho que nem precisaria de um comentário meu, mas tipo... DOIS CORPOS NÃO OCUPAM O MESMO LUGAR NO ESPAÇO - eu sei que vocês tem um bom exemplo pra dizer que "Ah, ocupam sim.." mas não vem ao caso, certo? kkkkkk Então... o sapato do astronauta não tem como ocupar o mesmo espaço que o grão de pó... ele vai mover o pó, meu... pressionar o pó pra baixo/lado e a pegada vai se formar... ou vocês acham que ele tava flutuando por lá?)

Estrelas: por que nenhuma estrela aparece nas imagens?
Explicação: em 1969 as máquinas fotográficas tinham limitações. Para captar as estrelas, os astronautas teriam que ter deixado a câmera em uma alta exposição. Com o brilho do Sol, a lua da Terra e o brilho da paisagem, se assim o fizessem não teriam conseguido registrar mais nada na superfície. (Eu acho que eles tiraram essas fotos com a minha câmera da Britânia, será? XD)


E ainda tem várias outras explicações mais óbvias de questionamentos bobos... Tipo... se o primeiro homem a pisar na lua foi o Fulano, quem tirou a foto dele? Quem tirou a foto foi o Fulano, não é ele na foto... dããã... e por aí vai.

Daí que o motivo que os cientistas e comunidade acadêmica mais considera prova de tudo isso - e que eu acho uma besteira e a menos "concreta" possível - é a de que os russos não abriram a boca pra discordar dos Americanos.

Se fosse só essa a desculpa para dizer que o homem pisou na lua, eu ia ser a primeira a rachar o bico e chamar de farsa. Mas não é, néam.

Enfim... eu defendo até o fim da vida que o homem pisou na lua. Pode não ser importante pra vocês, mas pra uma pessoa apaixonada por astronomia, que já quis ser astronauta, que praticamente devorava todas as Superinteressantes que traziam reportagens sobre o Universo... tudo isso é muito importante. Meu... não é avanço da tecnologia pelo simples avanço, é o início de uma ciência que um dia vai ter que lidar com o fato de que a Terra vai deixar de existir, é o início de uma busca filosófica para perguntas do tipo "quem somos" "de onde viemos" e "para onde vamos", é outra forma de achar respostas que não ficar sentado em casa filosofando através de palavras.

E tem outra também... o povo pega demais no pé dos EUA. Se fosse a Moldávia, Japão, China ou Cuba que tivesse reclamado o fato de ter pisado na lua pela primeira vez, muita gente nem ia se importar. Nem se tocariam do fato dos infelizes não terem tecnologia pra isso na época. Cuidado com os anacronismos, néam!

Cês me entendem? kkkkkkk

Assim... não precisa concordar, sabe? Mas só entender que, assim como os céticos, os crentes tem motivos fortes pra crer.

E agora, chego num ponto complicado. Sou crente pra isso e cética pra outras coisas.

Eu diria que sou crente para coisas que tem explicação pautada em estudos científicos e cética para assuntos que não tem explicação científica. Ou seja, eu sou uma amante da ciência, ainda que a ciência falhe em algumas várias ocasiões.

E vocês? Vocês acreditam? Desacreditam? Por que sim? Por que não?

Resenhay, hein?

7 comentários:

Bonitas e bacanas disse...

Eu acho que não pisou e nunca mais falou com vc





Hehe brincadeira. Agora já falei minha bobagem do dia, vou ler o texto.

Bonitas e bacanas disse...

Ai, gente, mas é claro que piso, carambolas. como disse no outro post, pq não inventam então que já pisaram em Marte? Ai, ai.

Lu, ou foi com a sua Britania ou foi com o meu celular, viu?

Hahaha
Otimo post

bjss

Daniel disse...

Lu, deve ir até a parte 7, a entrevista é bem grandinha, kkkkk mas acho que na parte 6 já termina.

Po, esses dias bem dei um livro do Poe pro meu primo, "histórias extraordinárias", kkkkkkkkk, não sabia que você tava querendo, kkkkkkk.

Eu colei com cola normal, Lu, cola de papel, aquela branca, kkkkkk, da um trabalhinho, mas consegui colar na boa.
Eu sou meio averso a esse lance de fitas transparentes por que tenho medo dessas marcas, kkkkk, mas sei lá, vai ver a fita que você ta usando é de qualidade superior a que eu usei na época, e talvez não deixe marcas, não sei, mas ainda prefiro cola, kkkkkkk.

Putz, meio carinho mesmo esse curso, Lu, kkkkkk quando você falou eu pensei em ver como era pra fazer, mas com esse preço aí, agora não tem como, kkkkkkkkkkkk.

Vou ver se acho a análise da música da Ana Carolina que eu fiz, assim que eu achar eu posto aqui, kkkkkkkkkk.

Valeu, Lu, beijão =**

---------------------------------
PS.: Não li esse seu post, por que to no trampo e deu a hora de ir embora, mas eu volto depois pra ler com calma e comentar, kkkk.

Emerson disse...

Tenho que abrir meu coração
(propaganda de embutidos mode on)

Confesso que qdo ouvi a teoria conspiratória, acreditei logo de cara sem nem prestar atenção nos argumentos, eu pensava que só porque o omi não tinha voltado lá, significava q ele nunca tinha ido (nem pensei na guerra fria).
Mas enfim, semana passada qdo li no g1 os contra-argumentos que provam a viagi do omi pra lua aí eu acreditei enfim q estiveram lá mesmo.

Tá vendo como as pessoas me enrolam fácil?

Van tulipa disse...

As perguntas que são sinônimos de angústia, umas delas por exemplo "quem somos"? Atormenta.

Daniel disse...

E aí, Lu, te falei errado, a música não era da Ana Carolina, era da Simone, já achei e postei lá no blog, se quiser, ler, kkk.

____________________________________

A pesquisa levantada realmente indica uma grande possibilidade de o homem ter realmente pisado na lua, rsrs. Eu concordo contigo sobre o desenvolvimento da tecnologia, acho muito importante conhecer o espaço, é fascinante esse assunto. Por outro lado nunca me liguei tanto no espaço quando era mais novo, então não me preocupo muito com isso. Eu acho mais importante outras áreas de conhecimento, ainda mais nos dias de hoje. Enfim, não conhecia esses argumentos científicos e nem as indicações dos incrédulos, kkkk.

Speed... disse...

Para que lado fica a lua??