Gostou de algum texto? Quer copiar o texto inteiro ou parte dele? Clique e saiba como fazer!

Licença Creative Commons
A obra Vagabond of the Western World de Luciana Alves Bonfim foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em dontfearthereaper1981.blogspot.com.

Desejados!!!

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Abro a página do G1 e com qual notícia me deparo? Com notícias do Haiti, é óbvio! Só dá Haiti nos jornais do país. Vai ver tem alguma coisa a ver com a nossa curiosidade sobre catástrofes e tragédias. Ok. Não quero ler sobre o Haiti. Eu sofro junto com aquelas pessoas chorando nas fotos.

Baixo a página para ver quais são as notícias mais acessadas. Com qual notícia me deparo?

"Haitianos revoltados bloqueiam estradas com corpos"

Minha curiosidade mórbida foi mais forte e eu precisei clicar na notícia.

Gente... os haitianos estão fazendo barricadas com corpos, porque estão revoltados com a demora na chegada da ajuda humanitária ao país depois do terremoto que, todo mundo sabe, acabou de devastar o país.

"Acabou de devastar" porque, convenhamos, o país já era um caos, né. O próprio exército brasileiro se encontrava no país pra apaziguar e depois ajudar a organizar o país.

Mas o exército brasileiro no Haiti não vem ao caso agora.

O que vem ao caso é...

* O Haiti já era um país sem infra-estrutura antes mesmo do terremoto acontecer. Quem acompanhou as notícias sobre o Haiti nos últimos tempos sabe que as condições de saneamento e de saúde eram extremamente precárias.

* Daí, vem um terremoto e acaba com TUDO o que exisitia, matando pessoas e destruindo lugares que poderiam ajudar na reorganização do país.

* Um país sem infra-estrutura não tem mesmo como cuidar de seus feridos, resgatar seus desaparecidos e enterrrar seus mortos.

* O aeroporto da cidade está intransitável. Não tem como a ajuda humanitária chegar lá, a não ser entrando pela República Dominicana.

Agora pensem comigo... desde sua independência, são décadas e décadas de má administração e corrupção. Um país que não consegue se organizar sozinho, com presidentes/ditadores que afundaram ainda mais o país na pobreza, fome e desinformação... Presidentes/ditadores que não deram um mínimo de infra-estrutura para que o país pudesse, ao menos, receber ajuda humanitária. Precisou uma tropa do exército de outro país pra apaziguar e organizar o Haiti, porque nem isso a administração haitiana conseguiu fazer...

E agora, os haitianos estão revoltados com a demora na ajuda humanitária? Pegando seus mortos e empilhando em forma de barricadas porque a ajuda está demorando?

Primeiro: fazer barricadas não ajudaria a demorar MAIS AINDA a chegada da ajuda humanitária?

Segundo: dane-se a religião nessas horas (a religião Vodu, expressiva no Haiti, exige alguns ritos antes de enterrar seus mortos): enterrem esses mortos LOGO!!! Parem de empilhar esses mortos em barricadas, meu deus do céu, ou nem a ajuda humanitária vai ser capaz contra o surto de doenças que vão aparecer por causa desse costume besta de não enterrar os mortos antes do ritual vodu.

Terceiro: a ajuda humanitária demora a chegar por causa da falha de infra-estrutura no país. O principal aeroporto destruído, as ruas intrafegáveis, ondas de saque e violência - e a gente achando que não tem como piorar a situação. Puta que pariu, a ajuda humanitária ao país já ultrapassou um terço do orçamento anual do Haiti... só que não tem como chegar por causa da falta de condições em que o próprio país se encontra. E os caras lá dificultando com barricas mórbidas, eu hein.

Quarto: Vão se revoltar contra quem não deu infra-estrutura pro país antes dessa tragédia acontecer. Vão se revoltar contra quem se aproveita da situação de caos para piorar ainda mais a situação do país. Vão se mexer e procurar quem está desaparecido. Vão se mexer e procurar ajudar quem está ferido. Vão se mexer!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Agora é a hora que vocês querem me xingar. Eu sei. Eu sei que é um povo sofrido, explorado, sem informação... mas gente... sentar e esperar não é uma coisa que eu faria nessa situação.

Eu não estaria fazendo barricadas com mortos, meu deus do céu, que mentalidade e desinformação é essa? Eu estaria tirando as pedras de cima dos meus desaparecidos! Eu estaria organizando o pessoal pra facilitar as coisas - e não pra dificultar. Estaria tirando entulhos do caminho pra ajuda chegar mais rápido. EU ESTARIA FAZENDO ALGUMA COISA! Isso tem alguma coisa a ver com educação? Informação? Não é instinto?

Eu pareço muito sem coração falando assim. Mas não é o caso. Eu sinto muito por seres humanos se encontrarem nessa situação. Talvez, a intervenção internacional tenha demorado a chegar. Talvez, a comunidade internacional tenha uma parcela de culpa em relação ao que aconteceu no Haiti e em relação aos tipos de governo que o Haiti tenha tido.

Mas cada país não é soberano em seu território?

Capitalistas e socialistas. De direita e de esquerda. Todos por um país que seja soberano. E agora, a culpa é da comunidade internacional pela demora na chegada de ajuda humanitária. Me parece contraditório.

Enfim... quando vejo as imagens da tragédia na televisão, meu coração chega a doer, porque parece que não existe mais perspectiva praquele povo. Eles já tinham pouco e agora mais nada. E assim é nas favelas brasileiras, nas cidades e bairros alagados nos estados brasileiros...

Quer dizer... O Basil liberando U$ 15 milhões pro Haiti e as coisas não estão acontecendo só no Haiti, né... acontecem no nosso próprio país: má admnistração dos recursos, falta de infra-estrutura e condições sanitárias e de saúde, casas sendo construídas no morro, o povo sabendo dos riscos, mas por outro lado não tendo opção de onde construir suas casas...

Ai, que posto do crioulo doido, né? Uma mistureba só. Espero que vocês tenham entendido. Não precisam concordar. Mas que vocês tenham entendido, já basta.

=]

4 comentários:

Popmenta disse...

Eu sempre soube que as desgraças em cada país são consequencia da mentalidade DO POVO, e não dos governantes, ditadores, etc..

Veja o Japão.. que já enfrentou Hiroshima e Nagasaki, e hoje é uma grande potência.

Veja o Brasil.. que tem tudo pra ser desenvolvido mas não é, porque o povo não tem educação (literalmente..)

Assim segue o Haiti.. o país se afunda porque as pessoas não tem um mínimo de humanidade pra se constituir uma civilização (nunca tiveram..)

É duro..

M.V "Shogun" disse...

Sinceramente eu vejo esse desastre como uma especie de "reboot divino" naquele pais.

Tipo destruir tudo pra começar de novo.

.:.A Luciana.:. disse...

"reboot"

euri!

Cris Pironi disse...

Eu concordo 100%.

Não acho q as coisas sejam de fundo puramente cultural, mas pesa muito, muito. A cultura, a personalidade, caráter e posicionamento de um povo. A verdade é q, ao longo da História, temos povos q têm apresentado como característica o perfil de luta, o perfil empreendedor, o perfil de insatisfação com as injustiças, enquanto outros, têm o perfil da corrupção, de tirar uma vantagem, da malandragem, de encostar pra esperar o mundo virar um barranco.

Claro q os q estão no poder têm muita responsabilidade, mas o povo não pode se isentar de sua responsabilidade.

Bjsss.