Gostou de algum texto? Quer copiar o texto inteiro ou parte dele? Clique e saiba como fazer!

Licença Creative Commons
A obra Vagabond of the Western World de Luciana Alves Bonfim foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em dontfearthereaper1981.blogspot.com.

Desejados!!!

domingo, 3 de janeiro de 2010

Diário de Férias, Parte IV - A Guerra

Os soldados:


Eu - tirando a foto
Emmer - as peças brancas
Marcelo - as peças azuis
Sidnei - as peças vermelhas

Percebem que todos os três estão rindo? Achando graça? Achando o jogo todo muito lindo e divertido? Pois é. Lembrem-se: eu sou as peças pretas:




Pois é... eu sou as peças pretas. Que bela porcaria.

No fim, o Sidnei (vermelhas) acabou ficando só com a Europa e perdeu toda a Oceania pro Emmer (brancas). O Marcelo (azuis) acabou o jogo com cinco territórios. Eu (pretas), acabei dominando a África e mantendo bases na América do Norte. O Emmer (brancas) conquistou a América do Sul, a Ásia inteira menos um Omsk, e a Oceania inteira.

A cara do vencedor, bem antes do final do jogo. O Sidnei fazendo sinal de "jóia, eu tô bombando nesse jogo"... acabou bombado!



Nunca mais esse ano eu jogo War. Não me chamem pra jogar War. Eu tive que "concentrar meus shakras", como o Emmer mesmo disse, pra não virar aquele tabuleiro e mandar todo mundo pra PQP.

Um comentário:

Daniel disse...

Po, faz séculos que não jogo War, nem lembro como é kkkkkkkkkkkkk.

Mas é maneirão, maneiro combinar um pessoal pra jogar esses jogos de tabuleiro tipo War ou Banco imobiliário, rsrs, antigamente rolava mais isso, hoje é tudo no pc.