Gostou de algum texto? Quer copiar o texto inteiro ou parte dele? Clique e saiba como fazer!

Licença Creative Commons
A obra Vagabond of the Western World de Luciana Alves Bonfim foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em dontfearthereaper1981.blogspot.com.

Desejados!!!

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Eu me irrito: pessoas que não deixam as outras falar (ou falarem?)

De acordo com a Pikãm, ou Taís, que estuda Psibobogia e coisa e tals, o certo é dizer "EU ME IRRITO COM TAL PESSOA" ao invés de "TAL PESSOA ME IRRITA".

Tô tentando, Taís... tô tentando.

Tava vendo BBB aqui e prestando atenção na primeira faísca que aconteceu lá dentro e concluí: eu me irrito demais... a ponto de perder o humor e a paciência - e ás vezes até o respeito - com aquele tipo de pessoa que não deixa as outras falarem.

Vocês conhecessem alguém assim? Eu conheço e já tive de conviver/ficar perto/dar aula/trabalhar/aguentar alguém assim. Que coisa mais chata. Mais irritante.  In-su-por-tá-vel. Vocês não acham?

Tipo... você tá lá ouvindo a pessoa com todo o respeito e atenção. Aí, quando você vai dar a sua opinão sobre o assunto, o filhodaputa vira pro lado e começa a conversar com outra pessoa para, logo em seguida, deixá-la falando sozinha também.

Ou então, quando você vai falar ou dar sua opinião, o filhodaputa ou não te deixa falar, ou simplesmente não te ouve! Interrompe o seu raciocínio a todo momento com palavras do tipo "é rapidinho, vou falar rapidinho".

Ou então, desliga o botãozinho da noção e fica só balançando a cabeça fingindo que está te ouvindo.

MÊO!!!!

AAAAAAHHHHPRAPUTAQUEPARIU!!!

Não dá vontade de mandar pra puta que pariu?
Eu tenho muita vontade de mandar pra puta que pariu!

Eu não tô com saco pra gente assim, e simplesmente estava mandando um "mêo, cê nem tá me deixando falar!" E dane-se, sabe. Ah, DANE-SE!

A gente tem que ficar aguentando as desfeitas das pessoas e tudo bem?  Tem que ficar se sujeitando a situações constrangedoras? Ah, vá se danar!

Isso existe muito em universidade. E já vou avisando que não estou com saco e nem disposta a passar por determinadas situações. Isso não implica numa declaração de guerra contra tudo e todos. Mas paciência tem limite.

Cês não acham?

2 comentários:

Cris Pironi disse...

AAAAAAAAAAAAaHAHAHAHAHAH

Morru de rir pq eu senti daqui sua irritação!!!

Já me aconteceu, tava falando uma coisa importante e a menina virou pra falar com outra pessoa, fiquei fula na hora, mas sem esconder! Virei p da vida. Ela nunca mais fez isso. kkkkkkkk

Bjssssssssss.

Popmenta disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!

Deve irritar até a Fernanda Young - inclusive! - (não resisti ao trocadilho.. *_*)

Meoow, eu tbm fico impaciente com esse tipo de conversa/situação.. dá vontade de mandar pras favas!