Gostou de algum texto? Quer copiar o texto inteiro ou parte dele? Clique e saiba como fazer!

Licença Creative Commons
A obra Vagabond of the Western World de Luciana Alves Bonfim foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em dontfearthereaper1981.blogspot.com.

Desejados!!!

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Sobre o presidente da Venezuela, o qual me recuso a mencionar o nome, os EUA e o terremoto no Haiti.

Me recuso a mencionar o nome de tal cidadão. Decidi que minha boca e meus dedinhos, assim como os olhos e ouvidos de leitores/ouvintes, não merecem tamanha sujeita.

Então... esse ser que se acha iluminado e inteligentíssimo, filho de uma jumenta - com todo o respeito à jumenta, lógico - costuma soltar umas pérolas de vez em sempre.

Dessa vez, depois de eu ter dito para Van e Taís que só faltava o povo culpar os EUA pelo terremoto no Haiti, chego em casa e ouço da minha mãe e irmão: "você não sabe da maior..."

Dou uma e apenas uma chance para vocês adivinharem. E aí... adivinharam?

Pois é... Não acredita? Então clica AQUI. Não, não é um site/blog de fofocas. É um site sobre a Marinha, chamado Poder Naval. Aqui vai uma parte:

Para o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, o terremoto que devastou o Haiti foi obra dos americanos. Em um comunicado divulgado na rede estatal de TV Vive, o líder bolivariano afirmou que “o sismo do Haiti foi um claro resultado de um teste da Marinha americana”. Segundo Chávez, o abalo foi provocado por uma espécie de máquina de terremotos.

O presidente garante ter provas do que diz. Segundo ele, existe um relatório preparado pela Frota Russa do Norte, segundo o qual o “terremoto experimental dos EUA devastou o país caribenho”.

#FAIL!


Isso só prova o quão burro o ser que se diz presidente da Venezuela realmente é. Também prova que ele fugiu da escola OU NEM DEVE TER IDO A UMA (ganhou do Lula), pois parece desconhecer TOTALMENTE a existência de placas tectônicas, bem como a existência e localização das falhas geológicas. Falhas essas que passam bem debaixo do Porto Rico/Haiti/República Dominicana/Cuba e uma inclusive atravessa TODO o mar da Venezuela.
 
Também me parece ridículo citar um documento russo como prova contra os EUA. Alguém avisa essa anta sulamericana que a Guerra Fria já passou, faz favor?  Okay... mesmo que você ache que a tal "prova" possa ser considerada, eu te pergunto: Por que o ignóbil ser que comanda o país venezuelano não abriu a boca pra falar dos testes nucleares na Coréia do Norte (sua coleguinha ideológica)? Quer dizer... se a Coréia do Norte faz testes nucleares, tudo bem. Ela pode porque é comunista. Os EUA não podem porque são o demonho-capeta-666-from-hell.
 
Ah... vá rachar uma lenha, como diz um certo gaúcho aí. XD
 
E com que moral este filhote de urubu critica os EUA se a própria Venezuela abriu as pernas para a Rússia construir uma fábrica de armamentos em seu território? Deixa eu lembrar um fato histórico: o que foi a Guerra Fria? Foi uma luta ideológico entre dois países imperialistas, EUA e União Soviética. Da mesma forma que os EUA são imperialistas hojes, a URSS também foi e quis ser. Mas... o mundo não é dos fracos, o tempo passa, o tempo voa, a poupança Bamerindus hoje é HSBC e a URSS quebrou-se em vários territórios sem NENHUMA importância política e econômica no mundo.
 
Mas assim como vários países ultrapassados e devedores dos direitos humanos, a Venezuela ainda acredita na utópica burocracia socialista para resolver todos os problemas do mundo. Como se a sentada na jaca da URSS não estivesse aí pra dar um exemplo e coisa e tal. Daí, essa minhoca de cocô de vaca que se diz presidente da Venezuela me vem defender a Rússia, esquecendo que a Rússia sempre teve interesses imperialistas. Que a "querida" Rússia ABANDONOU Cuba quando viu que a coisa tinha ficado feia na ilha de Fidel. Muito bonito! Ó eu aplaudindo. ¬¬
 
Por fim, eu ainda tenho que ler isso:
 
Chávez afirma ainda que “o Departamento de Estado, Agência Americana de Cooperação para o Desenvolvimento Internacional (Usaid) e o Comando Sul dos EUA começaram a invasão humanitária ao enviar pelo menos 10 mil soldados e empreiteiros” para controlar o Haiti.
Véio... olha pro tamanho dos EUA e olha pro tamanho do seu país chinfrim.  Quem pode mais? Acho que não é necessário responder, né?
 
Da minha parte, sonho com o dia em que o Brasil comece a tocar um terror na América Latina populista/nojenta/de-esquerda-burocrática-e-corrupta/ultrapassada. Torço para que o Brasil não caia nas mãos desse povinho da atual esquerda brasileira que só sabe fazer baderna e exigir que o governo sustente o povo brasileiro. Não quero de jeito nenhum que o meu país vire um país de gente que depende do governo pra tudo - vide Haiti, que não consegue se organizar sozinho.
 
Também torço para que logo a inteligência norte-american... digo... cofff... uma intervenção divina aconteça e que esse zé bundão que se diz presidente da Venezuela venha a se foder grandão, de preferência de uma forma que nunca mais seja possível a ele levantar... do túmulo!
 
Prontofalay.
 

3 comentários:

.:.A Luciana.:. disse...

"venha a se foder grandão, de preferência de uma forma que nunca mais seja possível a ele levantar... do túmulo"

Que bela maneira de se dizer: TOMARA QUE MORRA!

Uhuhuhuhu.

Bruna Belatriz Brasil disse...

Hahahaha
Aula de política Luh
E de História!!!!!
Adoreyyy
Beijosss

M.V "Shogun" disse...

Das duas uma ou ele comeu bosta com maconha, ou quer incitar uma revolta de um povo já arrasado e dos grupos e gangues armadas dentro do Haiti contra a presença dos EUA, que pode respingar em toda a ajuda humanitária no Haiti.

Terrorismo barato. Como todo comunista esse chaves só quer criar caso e provocar desordem onde já impera o caos.

Deve ter sonhos maníacos se fazer do Haiti um quintal da Venezuela. Que o PT suma de uma vez da presidencia e o proximo governo saiba dar a esses comunas de merda o tratamento que merecem.