Gostou de algum texto? Quer copiar o texto inteiro ou parte dele? Clique e saiba como fazer!

Licença Creative Commons
A obra Vagabond of the Western World de Luciana Alves Bonfim foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em dontfearthereaper1981.blogspot.com.

Desejados!!!

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Amigo é amigo...

... e o resto cês já sabem!

Quando a gente está entre amigos, a gente não vê o tempo passar. Conversa, conversa, conversa sobre a vida, o universo e tudo mais, e o assunto simplesmente não acaba!

A conversar pode começar, por exemplo, ás 18:00 do sábado, quando um retirante de Curitiba aparece na porta da sua casa pra te acordar e vocês passam horas regadas a tererê e pipoca. Daí, lá pelas 22:00, chega a retirante de Maringá e se junta á conversa. Com direito a pizza e refri. A conversa é direcionada pras cadeiras no quintal, dessa vez regada a Sminorff Ices que, quando bebidas por manés fraquinhos como eu e o retirante de Curitiba, fazem efeito instantâneo, mas passageiro. E rendem mais algumas risadas e uma ou outra frase trocadas. Aí, a chuva exige uma volta á cozinha e, quando se percebe, já são 02:00 da manhã do domingo. Mas ainda existe assunto pra falar: a vida profissional - acadêmica - amorosa - afetiva - desiludida de cada um dos três. E assim, se segue uma lista de reclamações e de histórias engraçadas. Lá pelas três horas, o assunto pende pro filme de terror e se decide que ninguém vai embora antes do amanhecer - bando de medroso cagão! Ás seis horas, os retirantes resolvem explicar a história dos Cavaleiros do Zodíaco para a ignorante aqui... e ela começa a gostar da história. E daí se vão mais três horas, com direito a café da manhã e a mãe tirando sarro do tanto de assunto acumulado que tínhamos pra por em dia.

Das 18:00 da tarde do sábado até as 09:00 da manhã de domingo, lá se foram QUINZE HORAS de conversas infinitas, risadas insanas e histórias pra vida toda.

Cara... eu amo vocês!

2 comentários:

Bonitas e bacanas disse...

Que invejinha dos seus amigos.
Meus amigos que eram assim se mudaram todos. Fiz outros, mas não tão bons. Estou me busca.

Não conheço a historia dos cavaleiros.

E tbém sou medrosa pra filmes de terror hahaha

Bruna Belatriz Brasil disse...

Oi Luh
Sinto muito pela sua prima. O meu ponto de vista é bem divergente acho que da maioria das pessoas hehehe. Mas não tem problemas hehehehehe. A especulação que gira em torno também algo que me incomoda, e muito. Poxa vida, a pessoa já tem que tomar uma atitude drástica pra ela, pra família pros amigos e fica aquela super pentelhação. Tá todo mundo sofrendo e ninguém respeita. Isso é uma das várias coisas que detesto no gênero humano, essa falta de respeito e sensibilidade a outrém. Beijos.