Gostou de algum texto? Quer copiar o texto inteiro ou parte dele? Clique e saiba como fazer!

Licença Creative Commons
A obra Vagabond of the Western World de Luciana Alves Bonfim foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em dontfearthereaper1981.blogspot.com.

Desejados!!!

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Caloura pela terceira vez

Eu mereço mesmo.

Eu procuro sarna pra me coçar. Quando tudo está bem e calmo na minha vida, e praticamente encaminhado, eu vou lá e faço questão de pedir pra me ferrar!

Por que foi que eu não ouvi quando me disseram pra eu fazer uma faculdade á distância? Mas não... a besta tonta idiota aqui foi lá e teimou que ia fazer na Unioeste.

Saudade dos meus veteranos de 99, viu. Saudade. As piadas manjadas que os veteranos de hoje contam começaram quando eu era uma das veteranas também. Estão aplicando em mim o trote que eu e meus colegas inventamos para aplicar nos outros há anos atrás. Fora outras boiolices... nunca fizemos calour ir ajoelhado e voltar de pé, mas sabe como é a xuventude de hoje, ahahahahahaha....

É bem isso mesmo... eu tô cansada, tô velha pra essas coisas... mas vambora. Sorriso no rosto, faz que tá adorando a brincadeira... mas ninguém pode controlar o que a gente pensa.

Eu sei que falei pra Van e pra Poli que era legal participar do trote e bla bla bla... Continuo achando a mesma coisa. Mas tô cansada. Cheguei só o pó da gaita - e olha que eu odeio essa expressão. Quero que um adjunto adnominal morra cruel, lenta e dolorosamente do fundo do meu coraçãozinho. Eu quero de verdade e como nunca quis antes na minha vida que o sujeito tome no cu do predicado com força e sem vaselina.

Esse post deve estar meio confuso. Eu deveria estar dormindo, porque a minha cabeça está quase explodindo e eu estou praticamente desmaiando. Mas fiz questão de vir postar esse momento filha da puta da minha vida no blog, pra não esquecer.

E pra avisar, caso interessar possa, que se eu chegar assim todo dia da facul, eu provavelmente não frequentarei tanto o ambiente virtual como antes. Grande coisa, ahahahahahaha....

Mamãe, eu quero meu travesseiro.

PS - Emmer, sua ligação e sua mensagem foram super importantes! Brigada de coração, meu amigo querido!

3 comentários:

Bruna Belatriz Brasil disse...

Hahahaaha
Verdade
Hoje começaram as aulas da UNIOESTE. Tive que resolver umas paradas no centro de Snake City, e quando tava no bus vi algo horrível, a princípio pensei que uma tão famosa garota de rua tinha se chafurdado dessa vez, mas na lama do chiqueirão de algum colono. Quando percebo que um bixo da UNIOESTE. Fiquei com dó. Na volta, vi mais outras três gurias no mesmo estado em ruas movimentadas da cidade, pedindo esmola. Que coisa mais deprimente!!! Daí eu lembrei lá pelas 5 da tarde que vc ia começar tbm hoje e morri de dó!!!! Nunca participei dessas coisas, graças a Deus Pai!!! Pra minha sorte e dos veteranos, porque se eu chegasse em casa naquele estado, minha mãe não ia querer saber de nada, ela ia matar todo mundo na porrada kkkkkkkk.
Beijos

M.V "Shogun" disse...

Parabéns caloura!

erms disse...

Força na peruca Lu, isso faz parte e ninguém disse que ia ser fácil.
Daqui 4 anos vc vai lembrar desse dia e poder dizer : "Meldelz, e agora?"

acho q vou fazer um blog sobre vídeos, na verdade já fiz, o q eu acho é vou mantê-lo, será q dou conta?