Gostou de algum texto? Quer copiar o texto inteiro ou parte dele? Clique e saiba como fazer!

Licença Creative Commons
A obra Vagabond of the Western World de Luciana Alves Bonfim foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em dontfearthereaper1981.blogspot.com.

Desejados!!!

sábado, 13 de fevereiro de 2010

O Carnaval...

O Carnaval e eu nos conhemos há 28 anos e meio. Mas não somos mui chegados, sabem?

Na verdade, a nossa relação é meio estranha, meio mal resolvida. Tem anos em que eu desejo ardentemente estar no meio da muvuca em Salvador. Tem anos em que eu mal posso ouvir um pandeiro.

Não sei o que é. Aliás, eu sei. É a eterna briga da razão e da emoção dentro de mim. Por um lado, existe a razão gritando "Pão e Circo! Pão e Circo! Pão e Circo!". Os filhos da puta dos governantes aí aprontando a torto e direito, em pleno ano de eleição... uma eleição que vai decidir como vamos enfrentar os próximos quatros anos num contexto em que a América Latina segue dividida entre governos de direita e de esquerda populista... e o povo se acabando em bunda, festerê, cerveja... Notícias políticas importantes dando espaço para peito e bunda e fantasia e celebs...

Por outro lado, existe a emoção dizendo que esse povo brasileiro merece esquecer dos governantes que tem mesmo, merece esquecer dos problemas e da palhaçada que existe nesse país. Um tipo de catarse onde se extravasa tudo o que foi guardado durante o ano... Deixa o povo ser feliz, nem que seja por três dias, uma semana, um mês!

Os mais tr00s torcem a cara. Tem gente que gosta de roda de pogo, tem gente que gosta de Carnaval. Foda-se... cada um na sua e seja feliz! Não tem o futebol? Não falam que futebol é "Pão e Circo" também? Então relaxa, goza, e seja feliz e deixe os outros serem felizes.

O meu Carnaval perfeito seria regado a muita Smirnoff, carninha assando o dia inteiro, uma piscina aqui, um téris com pipoca ali, e muito... mas muito hard'n'heavy. Mas não sei se será assim.

Se o pandeiro te irrita, liga o seu som e seja feliz. Se você não suporta gente feliz, suando e pulando Carnaval, desliga a TV e vai ler um livro. O Carnaval movimenta muito dinheiro público pra acontecer? Suas reclamações não serão ouvidas nessa época do ano e pronto. Tá parecendo conformista? Me diz se alguma vez adiantou reclamar do Carnaval. Não, né? De conformista pra realista.

Pra mim, o Carnaval tem uma grande serventia: é quando meu irmão tem mais trabalho no ano, o que é ótimo pra ele. Então, eu não vou ser hipócrita de reclamar do Carnaval. Além disso, o recesso do Carnaval é lindo pra quem, assim como eu, adora dormir até tarde, adora uma folga do trampo.

O ano que vem eu posso odiar mais o Carnaval do que esse ano. Sei lá... dane-se! kkkkkk

Ai... que saco....

Um comentário:

Bonitas e bacanas disse...

Lu, eu odeio carnaval. E sabe o que é pior? Já cobri por 5 anos, no sambódromo, tanto do Rio quto de Salvador. Um saco.

Adorei seu post, tá certíssima.

Tbém adoro a folga. To trabalhando hoje a amanha, mas folgo 2a e 3a.

Bjs