Gostou de algum texto? Quer copiar o texto inteiro ou parte dele? Clique e saiba como fazer!

Licença Creative Commons
A obra Vagabond of the Western World de Luciana Alves Bonfim foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em dontfearthereaper1981.blogspot.com.

Desejados!!!

terça-feira, 18 de maio de 2010

I(ba)nez


(o segundo post hoje, hein? aí rende!)
Guitarra tem que ter nome de mulher, né? Nada a ver ficar chamando guitarra de nome de homem. "Vou dedilhar o meu João", "vou solar o Joacir", "vou lustrar o Augusto Rodolfo". Substitua os nomes anteriores por nomes de mulheres - compostos, inclusive - e tudo melhora.

Mas todos os donos de Ibanez que eu conheço - também não são tantos assim - chamam suas Ibanez de Inês. Ah, não tinha outra nome?

Não. I(ba)NEZ.

Tá... agora eu entendi.

*a imagem é de uma capa de caderno de História - não lembro do ano. mais uma Guitar Player do meu pai destroçada por ótimos motivos*

3 comentários:

KahSilva disse...

Meu filho tem uma guitarra e a nomeou de Cherry,por que é vermelhinha e fofa!!kkkkkk...
Meu pai é baterista,pena que ele e o seu não podem se juntar e fazer uma banda...A gente podia ser "as cantantes"da banda,kkkkk...
beijos coloridos!!

M.V "Shogun" disse...

Chamo meu baixo (preto) de Valadão algum problema? rs

Daniel disse...

valadão, kkkkkkkkkkkk

Po, sempre falam esse lance de dar nome pros instrumentos, mas eu nunca fiz isso, acho que não tenho lá muita intimidade com meu violão, kkkkk.