Gostou de algum texto? Quer copiar o texto inteiro ou parte dele? Clique e saiba como fazer!

Licença Creative Commons
A obra Vagabond of the Western World de Luciana Alves Bonfim foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em dontfearthereaper1981.blogspot.com.

Desejados!!!

domingo, 15 de maio de 2011

Forever alone, teorias da conspiração e camas.



[início do texto]
[ironiasarcasmo]
Forever alone: uma contextualização
A expressão #foreveralone invadiu as redes sociais, principalmente o Twitter. São milhares de pessoas se dizendo #foreveralone nas noites de sábado porque não saíram de suas casas, #foreveralone por causa de determinadas situações como, por exemplo, ser a única pessoa do mundo a conseguir lamber o cotovelo direito. A expressão #foreveralone, então, quer dizer que uma pessoa encontra-se sozinha diante de uma determinada situação que, consequentemente, a individualiza perante o coletivo.


Forever alone: uma desconstrução
Dizer que se está #foreveralone parece ser, atualmente, uma estratégia que atende a duas necessidades principais. A primeira atende ao desejo de expressar sua solidão que, de alguma forma, a faz sentir-se única e isolada. Não importa se você está sozinho no sábado à noite ou se é a única pessoa que consegue lamber o cotovelo direito: você se sente solitário e precisa expressar o sentimento, como forma de válvula de escape.

A segunda é relacionada ao fato de identificar-se com outras pessoas que também se sentem #foreveralone. Ahá!!!! Se você está #foreveralone e eu estou #foreveralone e nos identificamos nesta situação, eu pergunto: continuamos #foreveralone? Paradoxo....

Sobre camas:
Sei lá, esqueci o que ia falar sobre as camas. Mas aposto que vocês pensaram besteira, né bando de safadjénhos?!


[fim do texto]
[/ironiasarcasmo]

Nenhum comentário: